quarta-feira, fevereiro 24, 2021

DO BRASIL PARA O MUNDO COM GUILHERME GILA





 

Talento nato e uma voz que canta e encanta!

Formado em Cinema pela Universidade Anhembi Morumbi e atualmente ingressado na pós graduação em Música e Imagem pela Faculdade Santa Marcelina, Guilherme Gila é uma das maiores revelações que promete muitas surpresas para a musica e o Cinema.

Em 2015, Guilherme foi para a School of Visual Arts em Nova Iorque para um curso de Cinema onde acabou descobrindo que era o caminho certo para a sua carreira.

Já em 2017, o artista ganhou o Edital "Juventide Vlogueira" através do Ministério da Cultura da Secretaria do Audiovisual . 

No ano seguinte produziu o canal  com Luiz Fernando Rodrigues do qual foi indicado em 2018 para o prêmio Expocom. Atualmente o artista segue em produções de filmes, incluindo suas aulas de Direção Musical para o Teatro no Colégio Ábaco.

No teatro, o artista optou pelo lado musical e em 2014 através da Access International School conheceu e participou de montagens musicais da Broadway sob direção de Jeferson Ventura.

Guilherme Gila também é dublador formado pela Central Dubrasil.

Na música o cantor iniciou aos 11 anos entrando para o Conservatório Musical André da Silva Gomes, onde fez aulas de violão e piano.

Em 2018, o artista foi convidado pela Lumus Produções para compor as músicas do Espetáculo "Cruella- Um Novo Musical" com direção de Jorge William Timoteo. O espetáculo estreou em agosto deste ano e seguiu por alguns meses em dois teatros de São Paulo.

Confira o Bate bola que realizei com este magnífico artista e conheça um pouco mais sobre seu trabalho e o que pensa Guilherme Gila!

                                          BATE BOLA SHOW

Nome: Guilherme Gila
Localização: São Bernardo do Campo
Um sonho: Poder viver de arte sempre
Um medo ou receio: Produzir algo que possa ferir ou ofender alguém.

O que você acha da nossa cultura popular brasileira na atualidade? 
- Gosto muito do caminho que estamos traçando! Ouço muita gente falando que as músicas de hoje não são tão boas quanto antigamente, mas acredito que na verdade os gostos mudaram. A melhor coisa da nossa cultura é a diversidade, e cada vez mais a própria diversidade se diversifica. Tem música para todos, filmes para todos, cultura para todos. Arte não é só um gosto, uma vertente, para um grupo e para quem "acha bom". Por que afinal o que é bom pra você pode não ser para quem não vive sua realidade.

Guilherme como foi o início da sua trajetória na música?
- Comecei a estudar música nos primeiros anos de escola, e percebi que gostava muito. Mais pra frente, com 11 anos, ingressei no Conservatório Musical André da Silva Gomes, onde estudava teclado e violão. Dali pra frente percebi o quanto me tornava mais completo. O quanto esse mundo musical é gigantesco e como eu nunca mais queria sair dele. Segui para o piano, canto lírico, guitarra e agora estou me formando num curso técnico de música, além de ser pós-graduando no curso de Música & Imagem pela FASM.

Um ídolo:
- Só um Eli? Vou falar um nacional e um internacional rs. Daqui gosto muito da Cássia Eller, e de fora eu cito Elton John.

Uma decepção:
Saber que infelizmente não valorizamos nossa arte o suficiente. Se a arte brasileira fosse tão valorizada quanto seu futebol, acredito que seríamos um país mais feliz. 

Uma canção: 
Me Libertei, Toni Tornado.

Se pudesse viajaria para onde?
Peru!

Um momento marcante da sua vida?
A gravação do curta-metragem "Mamãe Tem um Demônio". Fiz as canções originais pra esse filme, que é um musical, e foi muito lindo ver todo o set, atrizes, bailarinas, produção, cantando e dançando as músicas que criei.

Uma saudade:
O teatro! Sinto muita falta de sentar numa plateia e ver uma narrativa inteira surgindo.

Me diga, qual o artista que você gostaria de estar no palco cantando ou tocando?
Se fosse possível eu adoraria tocar pra Elis Regina cantar, um verdadeiro sonho. Mas como não é, gostaria muito de cantar junto com Adele.

O que você acha da mídia dar espaço pequenos aos artistas que estão tentando divulgar seu trabalho, mesmo estando com tantos anos de estrada?
- Acho importantíssimo! Hoje em dia a informação é muito rápida e em quantidades gigantescas. Cada espaço vale, cada palavra conta pra fazer nosso nome e nosso trabalho veicular. Por isso só tenho a agradecer pelo convite!

Uma frase 
- "É você que ama o passado e que não vê que o novo sempre vem"Belchior

Um prato:
- Brócolis na manteiga!

Uma música:
- Maracatu, Egberto Gismonti

Defina a música em uma frase?
Difícil... pensei em algumas coisas mas acho que o escritor Victor Hugo pode dizer melhor do que eu: "A música é o verbo do futuro". 

Como você avalia este momento de pandemia onde boa parte dos artistas estão parados  ?
Muito triste e complicado. Quem vive de arte quase sempre vive de contato. Sei que no começo foi pior porque as perspectivas eram poucas, mas acredito que a arte (como de costume) está se reinventando, aliada à tecnologia e principalmente à necessidade humana de se ter arte em sua vida. Ainda há muito caminho pela frente, mas com leis emergenciais, fomento à cultura, apoio popular, valorização do artista pela sociedade e apoio nas mídias, eu tenho certeza que a classe artística continuará prosperando.

Quais os projetos para este ano ?
Tem bastante coisa bacana! Muita coisa que ficou de acontecer ano passado, e também projetos novos. Atualmente estou dirigindo um curta-metragem de animação pela Edital da Lei Aldir Blanc, do qual fui vencedor. Também estou fazendo trilha sonora para um outro filme deste Edital. Outro projeto que veio de surpresa foi o musical "Dom Casmurro", o qual recebi um convite para compor as músicas e realizar a direção musical pelo Centro de Pesquisa em Artes. Tem um livro de contos inspirados em peças musicais o qual fiz a curadoria e coordenação que está pra lançar, o nome é "Era Uma Vez na Broadway"! Também voltei a gravar podcasts, e atualmente estou participando de dois: "Perdidos nos Musicais", pela Broadway Meme e "Somando Ideias", pelo Colégio Ábaco. Por último, tem muita música e sound design de comerciais grandes vindo aí, todos sendo produzidos pelo Estúdio Sala 9, local onde trabalho.

Qual o seu recado para os leitores do celebridades in Foco?

Arte nunca é demais. Ouçam músicas novas, vejam filmes velhos, assistam séries diferentes e por aí vai. Tem um mundo gigantesco dentro de cada artista, e todos estão dispostos a dividir com você.







14 comentários:

  1. Orgulho de ser sua mãe e saber que está no caminho certo.
    Parabéns pela sua dedicação ao que faz e sei que com isso só recolherá bons frutos.

    ResponderExcluir
  2. Orgulho verdadeiramente é o que defindefine!!!
    Parabéns Gui, você está colhendo os frutos das suas sementes de estudos, dedicação e amor.

    ResponderExcluir
  3. Ops saiu errado... orgulho é o que define!!!!

    ResponderExcluir
  4. Amo demais, é um prazer ser sua amiga e trabalhar com vc Gilinha!!! ♡♡

    ResponderExcluir
  5. Gui você é sensacional!!! Talento nato. Parabéns...

    ResponderExcluir
  6. Realmente um exemplo de artista e criador brasileiro, é muito bom ver de perto tudo o que você é e tudo que já conquistou. Que venha MUITO mais!!!!

    ResponderExcluir
  7. Meu ilustre diretor!!!!sucesso sempre

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, Gila.
    Te desejo muito sucesso na trajetória.
    Abração

    ResponderExcluir
  9. Parabéns, Gila.
    Te desejo muito sucesso na trajetória.
    Abração

    ResponderExcluir
  10. Parabéns, Gila.
    Te desejo muito sucesso na trajetória.
    Abração

    ResponderExcluir
  11. Parabens... Cássia Eller top... Valeu Gui, sucesso pra você aí.... Não é fácil mas foco é tudo... Tá no caminho
    ...

    ResponderExcluir
  12. Parabens... Cássia Eller top... Valeu Gui, sucesso pra você aí.... Não é fácil mas foco é tudo... Tá no caminho
    ...

    ResponderExcluir